New Call-to-action
Carlos Ribeiro
Tempo de leitura: 4 minutos – 11 de Janeiro de 2018

Reduza o risco de contaminação ambiental por vazamentos e proteja seu negócio

Basta um pequeno vazamento de combustível e os prejuízos são inevitáveis. Esse é um dos principais riscos nos postos de abastecimento que não tomam as medidas adequadas de precaução para monitorar seus equipamentos e estoques. Por mínimo que seja, o contato de derivados de petróleo e inflamáveis com o meio ambiente causa danos muito difíceis de serem reparados. A recuperação de uma região contaminada pode demorar décadas. Em alguns casos, o local fica condenado para sempre e se torna impróprio para habitação ou agropecuária.

Além do meio ambiente, as pessoas que moram próximas a áreas atingidas por combustíveis também são seriamente prejudicadas. Dependendo da extensão, um acidente com derivados de petróleo chega a afetar lençóis freáticos, contaminando milhares de litros de água e comprometendo o abastecimento de locais que dependem destes aquíferos. As consequências para quem inala vapor de gasolina ou consome a água contaminada podem ser devastadoras. Irritação nos olhos e doenças crônicas incuráveis, como alergias e asma, são os casos mais recorrentes. Mas o maior perigo está no potencial cancerígeno do benzeno, contido na maioria dos combustíveis.

No Estado de São Paulo, a situação é alarmante. Levantamento realizado pela Cetesb - Companhia Ambiental do Estado de São Paulo, mostra que, entre maio de 2002 e dezembro de 2016, 1533 áreas da capital foram investigadas por contaminação de postos de combustível. Contando as cidades da região metropolitana, foram 2159. Essa é uma das razões pelas quais dezenas de leis e normas nas esferas municipal, estadual e federal regulamentam o setor com penalidades severas para quem agride o meio ambiente. Se você tem um posto de combustível, precisa estar atento a qualquer alteração nos níveis dos tanques, pois esse pode ser um sinal de vazamento.

A tecnologia a serviço do seu posto

Monitorar a situação dos tanques, que com o passar dos anos tendem a ter seu funcionamento alterado pelo desgaste natural do equipamento, é um dos fatores que fazem a diferença na segurança da sua operação. Investir em sistemas confiáveis que avaliam a situações de vazamento de tanques e linhas de forma automática e eficaz é a melhor forma de se antecipar a acidentes e minimizar os riscos ambientais que ocorrem em um posto de abastecimento. E a Gilbarco Veeder-Root pode ajudar você com uma gama de soluções robustas e escaláveis, com tecnologias de ponta, que inclui os sistemas de monitoramento mais precisos do mercado.

Com o Sistema de Monitoramento Ambiental, você recebe a qualquer momento e no dispositivo mais conveniente – celular, tablet, ou computador– relatórios com informações precisas e detalhadas sobre o volume de líquidos em seus tanques, obtidos por meio de sensores e sondas, que apoiam a tomada de decisões e dão suporte a medidas para evitar desperdícios ou perda de mercadoria e reduzir risco de contaminação. Além disso, a implantação de um controle do seu inventário, de ponta a ponta, ajuda sua revenda a estar alinhada com a legislação trabalhista e ambiental, bem como as normas da ABNT, que devem ser cumpridas para se obter certificações, como a ISO 9001.

Se você quer tornar seu posto mais sustentável, reduzir custos de remediação ocasionados por eventual contaminação ambiental e assegurar a lucratividade do seu negócio, consulte nosso site e saiba como podemos ajudar você a ampliar resultados com uma gestão mais eficiente. Você ainda conta com um time de consultores que vai estudar seu cenário e desenvolver uma plataforma sob medida para o tamanho da sua necessidade. Em nosso blog você também terá acesso a outros conteúdos relevantes sobre gerenciamento de revendas de combustível.

Nova call-to-action

  • Compartilhe

Resultado da busca

Comentários

Conteúdos exclusivos com a propriedade de quem entende do seu negócio.

Assine a newsletter.

Nova call to action