New Call-to-action
Carlos Ribeiro
Tempo de leitura: 4 minutos – 24 de Janeiro de 2018

Contaminação de solo por vazamento de combustível: como identificar e evitar?

As empresas que lidam com abastecimento de veículos automotivos estão cada vez mais sustentáveis e atentas ao meio ambiente. Mesmo assim, as estatísticas de contaminação do solo e das águas que ficam no entorno dos postos, por causa do vazamento de combustível, continuam apresentando índices acima do normal. De acordo com o anuário da Agência Nacional de Petróleo, divulgado em 2017, atualmente existem no Brasil cerca de 40.802 postos revendedores de combustível. Estima-se que de 20 a 30% deles devem ter problemas com vazamentos, sendo grande parte relacionados aos tanques de armazenamento.

Derivados de petróleo são tóxicos e cancerígenos

Os combustíveis são inflamáveis, geram risco de explosões e seus compostos podem ser tóxicos ao ser humano por inalação, ingestão ou contato com a pele. Entre os principais derivados de petróleo comercializados no Brasil, a gasolina contém mais de 400 substâncias dissolvidas, entre elas os BTEXs (benzeno, tolueno, etil-benzeno e xileno) e PAHs (hidrocarbonetos aromáticos policíclicos), depressores do sistema nervoso central e carcinogênicos (podem provocar câncer).

Já o óleo diesel traz na composição enxofre e nitrogênio. Em contato com a água, esses elementos, podem favorecer a proliferação de micro-organismos. Em outra categoria, a dos biocombustíveis, está o álcool que, quando combinado com a gasolina, aumenta a solubilidade dos BTEXs em água e dificulta a biodegradação.

Tecnologia a favor da sua revenda: saiba como evitar vazamento de combustível

Você pode se precaver de acidentes ambientais com ferramentas modernas de monitoramento ambiental, facilitando a identificação de vazamentos no momento em que este ocorrer. Para não ter de arcar com altos custos de remoção de derivados de petróleo do meio ambiente, nem ser penalizado com multas altíssimas, tanto na esfera federal como em âmbito estadual e municipal, é importante você estar alerta à situação dos tanques e bombas.

As soluções para monitoramento de vazamento de combustíveis vêm sendo constantemente aprimoradas para aumentar os índices de segurança no seu posto de gasolina. Hoje em dia, já estão disponíveis no mercado sistemas de monitoramento conectados a serviços on-line, tanto aplicativos quanto sistemas na nuvem onde é possível verificar em tempo real a situação do sistema e integridade de seus componentes. Ainda é possível receber alertas em tempo real em caso de situações de alarme.

Alinhada com os avanços tecnológicos, a Gilbarco Veeder-Root é a líder na oferta de soluções de ponta a ponta, envolvendo desde o controle de estoques, por meio de sondas e monitoramento de vazamento através de sensores, até a realização de testes de vazamento no tanque, onde é possível identificar vazamento com um nível de precisão elevado o que complementa o sistema de monitoramento do posto. Podemos elevar ainda mais este nível de controle quando o posto faz a opção em utilizar a bomba submersa ao invés da bomba de sucção pois neste cenário temos condições de monitorar vazamento na linha a cada abastecimento.

Além de uma ampla linha de sistemas de medição e monitoramento de vazamentos, a Gilbarco Veeder-Root dispõe de uma gama de equipamentos complementares que asseguram total controle dos reservatórios em tempo real. E você ainda conta com com a segurança de uma aplicação confiável, na medida justa das suas necessidades, desenvolvida por consultores experientes.

Visite nosso site e conheça as plataformas que ajudam você a proteger seu negócio e aumentar a receita, ampliando o foco na operação. Em nosso blog você também poderá saber mais sobre as leis ambientais que regem o setor de revendas de combustível.

Nova call-to-action

  • Compartilhe

Resultado da busca

Comentários

Conteúdos exclusivos com a propriedade de quem entende do seu negócio.

Assine a newsletter.

Nova call to action